Cerca de 40 mil litros de soda cáustica vazam no Rio Gramame, em João Pessoa
09/02/2018 - 16h11 em O que acontece..

 

Defesa Civil de João Pessoa emitiu alerta para população não beber nem se banhar na água.

 

Cerca de 40 mil litros de soda caústica (Hidróxido de sódio) vazaram para o Rio Gramame, que fica nos limites das cidades de João Pessoa e Conde, por volta das 12h desta sexta-feira (9). Segundo a Defesa Civil da capital, o material é de uma estação de tratamento de água da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), que não conseguiu conter o vazamento da substância.

A assessoria da Cagepa, às 15h30, estava apurando o caso para emitir um esclarecimento oficial.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela, a Cagepa colocou na água do Rio Gramame - principal fonte de abastecimento de água da Região Metropolitana da capital - uma substância inoculante, que neutraliza os efeitos da soda cáustica.

“É pouco provável que não haja mortes de peixes”, disse Noé. Ele afirmou que ainda não é possível mensurar os danos ambientais do vazamento, mas que a Cagepa se dispôs a fazer análises da água sempre que solicitado.

A Prefeitura Municipal do Conde, através da coordenadora da Defesa Civil, Irenilze da Paixão, disse que também já emitiu um alerta para a população da cidade. “As comunidades ribeirinhas já foram alertadas e estamos indo agora conversar com pescadores para dar mais orientações”, contou a coordenadora.

Fonte: https://g1.globo.com

 
COMENTÁRIOS