Prefeitura de Serra Branca, PB, é alvo de tentativa de golpe via WhatsApp.
28/06/2018 - 15h33 em Policial

Prefeito afirmou que celular foi clonado e alguém se passando por ele tentou roubar R$ 170 mil dos cofres da prefeitura por transferência bancária.

 

A Prefeitura de Serra Branca, na região do Cariri da Paraíba, foi alvo de uma tentativa de golpe no início da tarde de quarta-feira (27), pouco antes do início do jogo da Seleção brasileira. Um perfil no whatsapp se passando pelo prefeito da cidade, Vicente Fialho de Souza Neto (PSD), conhecido como Souzinha, entrou em contato com a tesoureira da cidade, Kaline Ribeiro, solicitando a transferência de R$ 170 mil da conta da prefeitura para a conta de um terceiro.

Kléber Ribeiro, secretário de agricultura de Serra Branca, explicou que além da tesoureira, o secretário de administração, Wamberto Martins, também recebeu mensagem. “Tanto a tesoureira, quanto o secretário tentaram entrar em contato com o prefeito na mesma hora por acharem o procedimento estranho. Não conseguiram falar na ligação e entraram em contato com a família, que desmentiu esse contato do prefeito”, explicou.

A tesoureira chegou a suspeitar que o prefeito teria sido sequestrado e que os criminosos estariam usando o celular dele para cobrar o resgate, mas essa possibilidade foi descartada ao conversar com Souzinha pelo celular do filho dele.

Em seu perfil no Facebook, Souzinha fez uma postagem relatando que o seu celular havia sido clonado e alguém estava se passando por ele. Embora não tenha detalhado as circunstâncias da invasão ao seu aparelho telefônico. O G1 tentou entrar em contato com o prefeito por meio do número que é apontado como alvo de clonagem, mas o celular estava desligado.

Após a constatação da tentativa de golpe, o prefeito e a tesoureira foram até a delegacia e registraram um Boletim de Ocorrência. “A Polícia Civil vai investigar o caso, tendo em vista que na mensagem do prefeito foi informada uma conta bancária para transferência do dinheiro da conta da prefeitura e o nome do titular da conta”, completou Kleber Ribeiro.

 

 

Fonte: https://g1.globo.com

COMENTÁRIOS